sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

"O amor sempre vence e sempre vencerá, acima de tudo numa família." Maria Auxiliadora – Brasília/DF


“Eu também assisti o filme juntamente com meu marido e um bom pote de pipoca. O enredo é bastante atual, por isso considero extremamente importante muitas pessoas assistirem, já que retrata com muita clareza o cotidiano. Quantas pessoas já se depararam em situações semelhantes? Muitas. De um lado, a mulher engravida "sem querer", ou melhor, sem medir as consequências de um ato e quase opta pelo caminho do menor esforço, como o aborto, levada por fatores tais como, desemprego, falta de grana, abandono do companheiro, solidão, desestrutura familiar etc. Por outro lado, essa criança representa o resgate da dignidade da própria mãe, da esperança de vida do ex-jogador de futebol, cujo passado fora marcado por um acidente, do qual ocasionara a morte de uma criança.  O amor sempre vence e sempre vencerá, acima de tudo numa família. Gostaria que a mãe que perdeu a menininha acidentada também tivesse um final feliz... Bem, é isso. Gostei do filme e recomendo. Obrigada mais uma vez.”
(Maria Auxiliadora  – Brasília/DF)