sábado, 30 de junho de 2012

"A preservação da vida apresentada dentro de um ambiente familiar..." (Rachel Abdalla – Pequeninos do Senhor - Campinas/SP)



“Sou presidente da Associação Católica Pequeninos do Senhor e quero, sim, deixar aqui o meu comentário sobre o Filme Bella: Como responsável pela Evangelização de milhares de pequeninos de 3 a 7 anos em todo o Brasil e além fronteiras, sinto-me emocionada e encantada com a mensagem do filme.
Eu acredito na vida desde a sua concepção, por isso, sou contra todo e qualquer tipo de morte que não seja natural. A preservação da vida apresentada dentro de um ambiente familiar onde, nitidamente, se observa a presença do amor de Deus que os une, é um grande exemplo daquilo que idealizamos como verdadeira família cristã, modelo da família universal, onde os filhos devem e precisam crescer e receber amor. Bem sabemos que não é ético, nem digno e nem de direito fazer nenhum tipo de exclusão da vida que, ao contrário, deve ser preservada como bênção do Criador. Ter vida é ter o sopro de Deus dentro de si e ninguém pode ou deve eliminá-lo a não ser o próprio criador da vida. Ao acolher aquela pobre mãe desesperada, José acolhe o Filho de Deus naquela criança que está para vir ao mundo. É um belo exemplo de amor a Deus e ao próximo. O filme mostra a triste realidade que ocorre no mundo mostrando a facilidade com que se descarta uma vida, mas é feliz ao mostrar que, por outro lado, existem aqueles que lutam, a todo custo, por preservá-la.”
(Rachel Abdalla – Pequeninos do Senhor - Campinas/SP)

Um comentário:

  1. Rachel Abdalla, que belo depoimento, muitas pessoas esquecem o que bem você registrou: "Ter vida é ter o sopro de Deus dentro de si...". Abraço fraterno, Maria Auxiliadora, de Brasília

    ResponderExcluir