quarta-feira, 23 de maio de 2012

"...aborda a questão da preservação da vida, desde a sua concepção..." (Maria Lúcia – São Paulo/SP)


“Gostei da película, porque ela aborda a questão da preservação da vida, desde a sua concepção, de uma forma muito natural. Não se tratou em nenhum momento da questão religiosa, o que às vezes é meio espinhoso para a sociedade hedonista em que vivemos, e, em especial para os jovens. Assim sendo, creio que ele possa levar a uma reflexão positiva da fragilidade da vida, tanto no aspecto da sua transitoriedade, como na conservação da mesma em seus momentos de maior vulnerabilidade, ou seja, no ventre materno.”
(Maria Lúcia – São Paulo/SP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário